Pesquisar Produto / Empresa:
Dicas de Marketing
Vocabulário
Comércio Eletrônico
Evolução da Internet
O que são banners?
Administração de Anúncios
Custo para Veiculação

Vamos entender como funciona o comércio de Banners:

A primeira coisa é tentar entender como são feitas as contagens. Existem no mercado diversos programas que, com base no log dos servidores, analisam o desempenho do seu site. Um dos mais conhecidos é o WebTrends, que identifica a entrada de um usuário pelo IP ou pelo nome do domínio. Não vamos falar aqui de cookies, por enquanto.

Pois bem, estes programas geram um relatório de acessos onde o administrador do site pode analisar diversos dados. As páginas mais acessadas, horários, tempo de permanência, etc.

Estes dados, normalmente servem para traçar os planos estratégicos do site pela equipe do marketing e comercial. Mas preste atenção numa coisa, nem sempre a página mais acessada, deve ser a mais cara, como explicaremos depois.

No relatório você encontra:

Page View - é o termo mais conhecido. É a "impressão" de uma página na tela do micro do usuário. Isso significa que um mesmo usuário pode gerar diversos page views, conforme for a sua navegação. Por exemplo: uma pessoa entra na home, vai a um link específico e depois volta para a home. 3 page views, 2 para a home e 1 para o link acionado.

Hits - é uma chamada a um item qualquer, como uma página ou uma figura dentro da página, desde que a figura esteja no mesmo site. Por exemplo, ao clicar em um link para outra página, será gerado um hit para a página selecionada e mais um para cada imagem que apareça nessa página.

Click Through - é o sonho dos anunciantes, o clique no banner que leva o internauta para a área da empresa/produto anunciado.

Sessão de usuários ou User Section - é o conjunto de coisas que um usuário faz dentro de um site.

Unique Users - é o número de sessões de diferentes usuários. Note que, nas conexões discadas, o usuário recebe um diferente IP a cada conexão com o provedor, o que leva o programa auditor a contá-lo como um usuário novo.

Atualmente, a medida para a comercialização dos banner's mais usada é o Page View. Para ilustrar melhor, vamos utilizar o exemplo dos comerciais de TV. Nela você venderia espaços de 30", que veiculariam um número X de vezes. Numa planilha é possível, então, programar exatamente o dia e uma faixa de horário ou programa onde entra o comercial, determinando seu início e fim.

Na Web, você também vende um espaço (p.ex. um full banner) e um número x de veiculações (Page Views). Suponhamos que você tenha vendido 20.000 page views e o site leve uma média de 15 dias para atingir este número. Entretanto, a sua equipe inventa alguma coisa que faz os acessos dobrarem e com eles os page views disparam, fazendo o banner atingir as 20.000 impressões em 5 dias. Duas saídas para o anunciante: ou ele aproveita a oportunidade e investe mais, ou sai deixando o espaço livre para outro anunciante.

Segmentação

Na mídia tradicional (TV, rádio, jornais, revistas) as empresas tinham 2 caminhos para anunciar. Se você desejava uma grande exposição, ia para as mídias de massa e aos programas mais populares. Isso é especialmente indicado para grandes marcas ou promoções de um shopping no Natal. Entretanto, se a empresa tinha um produto ou serviço mais dirigido, ia para as revistas segmentadas, TVs por assinatura, etc.

Na Web, quando as marcas querem exposição de massa, elas anunciam em Portais Horizontais, ferramentas de buscas populares, enfim, procuram lugares com grande circulação de internautas. Mas a Web também possibilita uma segmentação minuciosa e entendemos que aí esteja o seu grande diferencial como mídia. Maçãs para quem quer maçãs.

A comercialização de um site, portanto, deve levar em conta estas possibilidades que a segmentação traz. Sabemos que, quanto mais qualificado um público, menos numeroso ele é. Entretanto, o valor comercial é mais alto, pois a possibilidade de estarmos falando com quem nos interessa aumenta. Isso faz com que o preço unitário da veiculação do espaço comercial seja maior, a medida que aumenta a especialização da informação acessada. Um exemplo: a veiculação de um banner de uma agência de turismo tem um preço unitário menor, do que se este mesmo banner estiver sendo veiculado numa área dedicada a mostrar as maravilhas do Caribe, pois supõe-se que, se o internauta clicou nesta área, é porque ele está mais sensível à informação e a chance de contato com a agência de turismo aumenta consideravelmente.

É neste ponto que um site que tenha um pensamento comercial criativo sai na frente, pois, desde a sua concepção, já foi planejado para a utilização de ferramentas de personalização da publicidade.

Em resumo

Para quem procura muita visibilidade, o indicado são capas de sites, de preferência portais com grande circulação. Para quem procura qualificação da audiência e aumentar as suas chances de contatos e vendas, os sites temáticos são uma boa pedida, desde que eles sejam capazes de fornecer informações confiáveis sobre a sua audiência, é claro.